Visitas



Amigos

online

O Mundo

Locations of visitors to this page
.arquivos

. Março 2012

. Novembro 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Abril 2009

. Janeiro 2009

. Junho 2008

. Maio 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

Quarta-feira, 26 de Julho de 2006
...

Olá,

Hoje, escrevo-vos em forma de carta!!! Uma carta singela redigida a um amigo, um manuscrito que poderia figurar num qualquer diário de um qualquer jovem adulto. Hoje, quero relembrar passados, considerar o presente e opinar sobre o meu eterno futuro… Atenção, nenhum projecto inicial decorre como previsto… Agora, o relógio mostra a hora tardia, mas como é cedo… Em mim tudo se faz tarde, mas desce-me um desejo incrível de despejar verdades e sentimentos que me habitam. Acreditem, estas são as palavras que a minha mente dita e meus dedos constroem, carregando tecla a tecla, formando palavras, frases, ideias… Hoje, a melancolia da semana passada não mora mais cá! Despejei-a no mar!!! Eu tinha avisado que não era moradia certa para tal sentimento que muito prezo. Sabe bem, de longe a longe!!! E hoje… Que sinto eu??? Não tenho saudades do passado, mas gosto de relembrar o meu percurso, retirar os verdadeiros ensinamentos de cada experiência e olhar em frente! Sim, não sou homem para ficar preso a ideais passados. Hoje, quero apenas reler os rascunhos do meu último ano, o meu primeiro ano gay! Assumi-me aos 25 anos! A luta foi difícil… Depois de três anos ao lado de uma mulher que muitos momentos felizes me proporcionou, não quero relembrar os péssimos (foram alguns, aliás muitos)… Tudo terminou com uma decisão minha… Encontrei o meu caminho! Sozinho, absolutamente só, abri uma nova porta, cortei a fita e inaugurei a minha nova estrada… Ninguém consegue imaginar os mil papões que quiseram assustar-me em cada noite de sonho… Ninguém imagina os tormentos que venci, os momentos que quis chorar, que desejei fugir e acabar!!! Ninguém imagina que aos 25 anos entendi que era gay e não tinha mais que fugir do meu ‘eu’… Mas… ninguém imagina o alívio, a satisfação, a tranquilidade que respirei quando entendi o meu percurso, entendi o meu objectivo. Ninguém entende e ninguém entenderá! Eu consegui! Venci! Aliás, tenho vencido! Sou um campeão??? Não, nem em sonhos, porque heróis, para mim, só na banda desenhada e, nesta vida real, acredito apenas que uma luz, uma força maior que todos nós, conseguiu levar-me a bom porto e mostrar-me o meu verdadeiro projecto neste mundo.Hoje, relembro agonias, choros, revoltas, dores, desesperos… Hoje, não desejo voltar a sentir todo o passado… Mas, meus amigos, hoje relembro essa carga emocional com um sorriso… Porque… Hoje, eu sei que me encontrei e lutarei sempre para seguir na estrada da vida afirmando o meu verdadeiro ‘EU’… Hoje, não minto mais… Hoje, eu sou eu!!! Quem não gostar, passe em frente que logo eu lhe passo ao lado!

 

publicado por Lover às 00:53
link do post | comentar | favorito
|
12 comentários:
De Anderson_Primo a 30 de Junho de 2007 às 03:51
Você somente provou o quanto és especial...
Seja feliz sim sempre!!!
Mesmo sem te conhecer, me considero mais que um fã...

Um abração
De Maria a 21 de Agosto de 2006 às 23:46
Adorei o teu blog e felicito-te pela coragem. Vim aqui pela "mão"do meu amigo Angel,apesar de espreitar o teu blog de vez em quando.
Gostava de ser corajosa e viver um amor assim e como chorei ao ler-te... será que gosto de sofrer? - pergunto-me muitas vezes,mas enfim.
Desejo que sejas muito feliz.
Beijinhos
Maria
De AP a 5 de Agosto de 2006 às 17:24
"Quem não gostar, passe em frente que logo eu lhe passo ao lado!"
Maravilhosa forma de terminares a tua confissão.
Sabes, vivo uma situação que também todos apelam de "proibida". Sou casada, mãe e apaixonei-me por outro homem. Tal como tu, passei momentos de profundo horror. Senti-me pecadora, traidora e imoral. Derramei lágrimas, deixei de comer, perdi noites de sono, enfim... Tive momentos de rejeição de mim própria, tive momentos de receio, tive momentos de desespero. Cheguei a julgar-me. No entanto perdi tempo comigo e descobri que nada fiz para reencontrar o amor junto de outra pessoa. Este amor surgiu e cresceu. Tentei afastá-lo e não fui capaz. Confessei-o. Embora não viva esse amor de "carne e osso", hoje, sinto-me aliviada, bem comigo mesma, capaz de enfrentar o mundo e, tal como tu, olhar de frente para quem me olhar de lado, sabes porquê? porque assim sou eu própria. Sou como sou, aceita-me quem quer.
Deixo-te um beijo de felicidade e, os meus parabéns.
Aceita uma amiga de coração.
De Trintinha a 5 de Agosto de 2006 às 05:36
Amigoooooooooooooo! Tudo bem? Tô te esperando no meu blog, prá participar do meu novo post, viu? beijos!
De Angel of Obscurity a 2 de Agosto de 2006 às 01:41
Vim apenas deixar o meu carinho pois és um amigo muito especial para mim.. e este teu recanto sempre me reconfortou, assim como a tua (vossa) amizade o faz!

E neste momento é o que precido! De conforto! Estou em baixo! Nao ficarei assim muito tempo, eu nao sou assim, muito menos agora que tenho uma enorme força dentro de mim, do meu coração, da minha alma!

Simplesmente, nem todos os momentos sao bons! E o que estou a sentir é doloroso! Mas.. este mas é que eu gosto! Mas eu conseguirei reter a felicidade! Estou ansioso por chegar ao Porto! Hhmm.. muito mesmo!

Te (vos) deixo meu sincero sorriso, meu terno abraço, e minha sentida amizade!

***
:)
De mirror_of_the_soul a 1 de Agosto de 2006 às 20:17
" - Se se conta uma história liberta-se dela?
- Fica-se livre dela. Mas ao fazê-lo, tu também compreendes que algumas histórias foram interrompidas a meio. Essas histórias tornam-se mais presentes e, enquanto não encerrarmos um capítulo, não podemos partir para o próximo…
- Por isso é tão importante deixar certas coisas irem embora. Soltar. Desprender-se. As pessoas precisam compreender que ninguém joga com cartas marcadas, às vezes ganhamos, às vezes perdemos. É necessário entender o amor, encerrar ciclos. Não por orgulho, por incapacidade, mas porque aquilo simplesmente já não se encaixa na tua vida.
Fecha a porta, muda o disco, sacode o pó. Deixa de ser quem eras e transforma-te em quem és!"

Apenas uma parte de um livro interessante de onde podemos retirar alguns pensamentos sobre como viver o dia-a-dua...

Força e Coragem
É difícil mas aprende-se,por vezes não a viver,mas a sobreviver,esquecendo o omnipresente ruído do mundo exterior. . .
De Leonardo Bertylucci a 28 de Julho de 2006 às 21:06
Ola LOVER!
Li a tua "carta" e esta muito linda, sentide, onde os teus sentiementos transbordam do texto, onde as palavras choram as lagrimas que ja derramaste mas o mais importante é que superaste tudo isso. Nao es um campeao? Nao nao es mas es um poço de coragem que acaba num penedo de personalidade e amor ao teu "EU".
Abraço grande e as maiores felicidades
De MoonLight a 28 de Julho de 2006 às 11:02
Lover... fantástico! Fantástica esta tua postura! Quantos seres existem que não se amam a si... nem sabem o que andam por cá a fazer... nem conseguem encontrar o caminho para algum lado ao menos... Sê muito feliz! Muito mesmo! Quando nos amamos... o nosso caminho torna-se claro e a nossa missão óbvia! Nada, nada acontece por acaso... Bom fim de semana. Bjs de Luz
De Rua dos Nomes a 28 de Julho de 2006 às 10:20
Como gosto de te ler, o que escreves é lindo e fico muito feliz por ver a tua felicidade crescer. És uma pessoa espectacular. Desejo muitas felicidades para ti. Abraço-te.
Samuel, o Ventoso
De Hélder Durão a 27 de Julho de 2006 às 19:37
Oi Lover!
Foi com muita admiração que li este teu texto. Não é qualquer pessoa que tem coragem de mostrar aquilo que realmente é, por medo de ser gozado e desprezado. Imagino que não tenha sido nada fácil teres tomado a decisão que tomaste, mas acredito que se eu estivesse nas mesmas circustâncias, também teria enfrentado tudo e todos para ser feliz! Também, se não formos nós a zelar pela nossa felicidade, quem o fará?! Parabéns pela coragem! Admiro-te muito por isso!
Quando puderes e/ou se quiseres, passa pelo meu blog.
Fica bem e até à vista!
Um abraço.

Comentar post


Eu...


E-MAIL: versatilidades_blog @hotmail.com



A Minha Marca

lover1.JPG


.pesquisar
 

Para ti


Olá...

Agradeço a tua visita ao meu blog...