Visitas



Amigos

online

O Mundo

Locations of visitors to this page
.arquivos

. Março 2012

. Novembro 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Abril 2009

. Janeiro 2009

. Junho 2008

. Maio 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

Segunda-feira, 18 de Setembro de 2006
...

Meu amor,

 

Hoje, os quilómetros que nos separam parecem uma ponte enorme sem fim, assemelham-se a um longínquo caminho que não admite um fim. Hoje, o dia não é fácil porque a nossa separação, mesmo curta, dói-nos e faz-nos mergulhar numa dor de saudade que faz-me delirar num breve pesadelo.

Hoje, conheço-te como nunca! Hoje, meu doce, estou cheio de saudades e não consigo escrever mais… Infelizmente, ambos choramos de saudade e imploramos que o tempo seja nosso aliado nesta luta! Não consigo escrever mais nada, porque tudo em mim parece estar em revolta! Amo-te e, mesmo mais distante, estou sempre contigo no meu coração! Até já, meu doce!

 

Ainda dizem que dois homens não podem sentir amor… Tenho a prova dentro de mim! Hoje, meu anjo, sei o quanto te amo… Hoje, ao adormecer dir-te-ei boa noite e sonharemos juntos… Amo-te!

 

publicado por Lover às 17:31
link do post | comentar | favorito
|
7 comentários:
De Hélder a 23 de Setembro de 2006 às 20:03
Oi Lover!
Já há bastante tempo que não deixo aqui as minhas palavras mas, pelo que vejo, até nem tinha as leituras muito atrasadas.
Adorei este teu texto! Apesar de curto, está escrito com muito sentimento! Adorei mesmo... nem tenho palavras!... Tocou-me mesmo cá dentro!
Um abraço grande.
De Gustavo Penna a 22 de Setembro de 2006 às 21:54
Olá, Tudo bom?
Meu nome é Gustavo. Sou estudante de jornalismo da Universidade
Metodista de São Paulo. Para o nosso trabalho final estamos produzindo uma
revista gay não pornográfica. Gostaria de fazer uma entrevista com
você.

Estou precisando de ajuda para uma matéria que fala sobre "casamentos e
similares". Como o casamento gay ainda não é permitido oficialmente em
território nacional queremos contar como foi o dia e a celebração da
união de diversos casais.

É pra ser algo simples, porém, recheado de bons detalhes, que tentem
recuperar a emoção daquele dia. Sendo assim, minhas primeiras perguntas
são: você tem um parceiro? E independente da resposta anterior, pode me
indicar alguns outros casais gays que passaram por um rito, ou festa ou
qualquer forma de celebração da união deles?

Se puder me ajudar, podemos fazer a entrevista por telefone? O meu é
(11) 91950734, mas passe o seu para meu email que eu ligo. De qualquer
forma, obrigado!

Gustavo Penna
email - gustavo_penna@yahoo.com.br
De Liben a 22 de Setembro de 2006 às 16:12
Bem, até a pessoa mais incrédulo da existência de amor entre dois homens, muda de opinião , ao ver tanta paixão assim revelada...
Muita força...
Um amor assim ultrapassa tudo...
De Rua dos Nomes a 20 de Setembro de 2006 às 09:05
Nada mais poderá ser tão perfeito quanto este escrito que aqui deixas, foi a única coisa que mexeu comigo esta manhã, depois de falar contigo ontém à noite. As lágrimas quase despoletaram... entendo e valorizo essa profundidade de amor, o amor entre dois homens, dois seres humanos. Essa profundidade, sustenta-a, porque tu és uma pessoa muito linda, muito sensível e ao mesmo tempo muito directa, muito objectiva, lógica. Esta amizade que nutro por ti e por com quem estás é para mim, algo muito importante. Gosto imenso de falar convosco... mas sinto vontade de chorar... somente neste momento foste capaz de tocar o meu coração. Continua assim...
Abraço grande com a minha amizade. Beijo por aquilo que sois, pelo que mereces e certamente por tudo o que sustentas nesse infundável caminhar que quanto a mim é lindo, sim, lindo mesmo.

Samuel, o Ventoso
De Trintinha a 20 de Setembro de 2006 às 06:40
Amigoooooo! Tudo bem? Olha, saiba sempre que nunca te esqueço, viu? E que adoro vc! Foi muito bacana te rever hj no msn, msmo que rapidinho! E sempre torço pela tua estória de amor, viu? Beijão!
De shadow a 19 de Setembro de 2006 às 21:54
Meu amor só tu e eu sabemos a dor que passamos com esta pequena mas dolorosa separação.
Sim eu verti lagrimas ao ver-te afastar.
Não aguentei e desatei a chorar pois parecia que me ias abandonar e nunca mais te iria ver...
passou-se tudo pela minha cabeça num flash,mais rapido que a luz...
Sozinho sem o meu amor, numa casa habituada a ter duas pessoas a amarem-se muito uma a outra.
E agora vazia e eu la sozinho,perdido entre as divisões e as portas.
Perdido nos lençois e nos sonhos.
Salva-me meu amor.
Salva-me desta solidao desta dor.
Salva-me deste medo que eu tenho de nao te ter por perto.
Amo-te muito e isto vem tudo do fundo do meu coração que esta perdidamente apaixonado por ti...
Té ja meu amor, anda depressa...
De Angel of Obscurity a 19 de Setembro de 2006 às 19:15
O que torna especial o vosso amor é o facto de a distância o fortalecer..
Cada lagrima de saudade coincide com o aumento e pureza do vosso amor.
Eu sei-o nao pk ninguem me disse, nao pk vi, não pk li, mto menos pk imaginei. Simplesmente eu Senti..

Mesmo longe na distancia sinto-vos..
e dou-vos um fortalecido abraço amigo..

:)

Comentar post


Eu...


E-MAIL: versatilidades_blog @hotmail.com



A Minha Marca

lover1.JPG


.pesquisar
 

Para ti


Olá...

Agradeço a tua visita ao meu blog...