Visitas



Amigos

online

O Mundo

Locations of visitors to this page
.arquivos

. Março 2012

. Novembro 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Abril 2009

. Janeiro 2009

. Junho 2008

. Maio 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

Terça-feira, 29 de Novembro de 2005
...
so.jpg

 Hoje, deito-me na almofada e o meu corpo incendeia de revolta.


Por que motivo me sinto assim?


Toco na minha pele e sinto leves toques de dor, olho as paredes nuas e revejo-me na textura lisa e sem cor. A mágoa dos meus minutos é a decadência dos meus dias… Não sou nenhum coitado, não sou como aquele pobre mendigo de rua e, felizmente, não tenho as dores de parto, as dores da carne… Felizmente! A minha dor é outra, sem significado aparente, mas causa ferida neste meu parvo coração.


A dor da diferença…


 Não tenho aparência homossexual, se é que a há! Sou um jovem como qualquer outro, mas revolta-me ser quem sou. A minha dor é constante e sinto-me isolado deste mundo construído na sombra de imagens pré-concebidas, de ideais fúteis e, principalmente, povoado de gente vazia e sem determinação.


Sensível demais….


Hoje, os meus olhos pedem uma lágrima que não quer sair. Hoje, o meu coração só derrama lágrimas de uma profunda emoção. Hoje, estou sensível demais e só imploro por um amor que não suporto mais encontrar. Sozinho estou, sozinho tenho de ficar! Afinal, até no meio da mais numerosa multidão a minha alma reclama solidão.

publicado por Lover às 13:28
link do post | comentar | ver comentários (12) | favorito
|
Sexta-feira, 25 de Novembro de 2005
...

new.jpg 


Hoje?... Hoje, apago-me em pensamentos isolados e contemplo o mar das minhas eternas lamentações, dos meus eternos gritos de dor. O mar… calmante natural dos meus dias de agouro e das minhas noites de insónias. O mar… água fria e serena que purifica a alma e arranca as mágoas, as raivas e as desilusões dos meus momentos.
Ó mar, imploro-te!!!… Revolta as tuas águas, move as tuas ondas numa força brutal e afunda-me no mais profundo dos teus recantos, aí deixa-me sonhar… Ó mar…!
Fujo dos pensamentos, interrogo o tempo e isolo-me do dia! A noite cai em mim e estou perdido sem ti, ó mar!!! Hoje, não te vi! Hoje, prevaleceu a tristeza em mim! Hoje, senti o peso da solidão! Hoje, sou criança e quero chorar, o choro da revolta que teima em não se divorciar dos meus dias de adulto incompleto, sozinho e infeliz! Hoje, sozinho! Há dias assim…

publicado por Lover às 20:30
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Quarta-feira, 23 de Novembro de 2005
...
amigo.jpg

Eu percorro a rua vazia
A avenida dos sonhos despedaçados
A cidade adormece devagarinho
E eu sozinho na desilusão

Encontro-te num passeio triste
Quero voar e chegar a ti
O que tem de mais?
Tenho de acreditar em mim…

São teus olhos...
São lembranças...
Bons momentos...
Amizade que ficou no ar...

Tu passaste pelo meu dia e já deixaste... saudade!
Nem tive tempo de provar do teu carinho... e fiquei pela vontade!


Com um imenso respeito de amizade ao amigo que se cruzou no meu destino e ganhou o mais delicioso carinho que guardo no meu ser. Beijo…
publicado por Lover às 20:05
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|
Segunda-feira, 21 de Novembro de 2005
Palavras da minha alma...
isp_SexyManBeach1.jpg

Hoje, quero falar-vos directamente do coração. Abro a página principal da minha alma e deixo-vos ler esta mente confusa e que continua com vontade em acreditar numa espécie de luta do destino. Terei nascido eu para ser quem sou? Não tenho a resposta, mas estou convicto que a minha passagem por este mundo faz sentido. Estou aqui com alguma missão e vou buscar forças a todas as partes de mim para realizar todos os meus objectivos com a máxima determinação.
Tenho tanta força nas palavras, tanto desejo de um futuro de felicidades… Ai, sonhos da minha alma que me perturbam sonos e noites! Ai, desafios da minha vida que me colocam horas e dias à prova! Sim, nada é simples! Sim, nada é fácil! Hoje, quero deixar aqui a prova da minha veia obstinada em querer alcançar a vitória.
Nada é simples, nem fácil. Tenho passado por momentos de uma angústia desesperante. Custa-me acreditar nas pessoas, custa-me pensar em sinceridades! Nos caminhos dos meus dias encontro quem ainda tenha tamanhas qualidades que venero. Felizmente!... No entanto, continuo a sofrer por alguém que não entendeu a mensagem do meu coração. Não vale a pena pensar! Deixo passar a mágoa e quero continuar a voar pelos dias da minha vida, apreciando todos os segundos felizes que este mundo me proporciona. São estas as palavras da minha alma que vos deixo hoje. Não é fácil ser gay neste mundo, mas os homens teimam em complicar sempre tudo!!!
publicado por Lover às 00:55
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
|
Quinta-feira, 17 de Novembro de 2005
Janelas de um mundo cinzento...
janela1.jpg



Aqui estou, numa página em branco, marcando o sofrimento e a desilusão que marcam os minutos deste dia. Lá fora o céu cinzento é o espelho da minha alma fragilizada e ténue, caída num poço de melancolias, de angústias.
Não suporto os caminhos que me destinaram, não suporto estas estradas de amargura que marcam estes minutos que atravesso. Estou destinado a perecer nesta mágoa, nesta nuvem cinzenta, neste barco de dor… Tenho forças para lutar, mas cada luta revela-se inútil, cada novo alento cai por terra num gesto frio, cruel, doloroso.
Olho para fora da janela que me separa desse mundo de Homens sem destino, sem compaixão… sem nada! Quero tudo e não tenho nada, quero ser a pessoa que nunca serei e debaixo deste marasmo de agonias, continuo em busca da esmeralda que teima em se perder de mim, teima em se desvanecer no meu horizonte. Será demais pedir amor? Será demais pedir felicidade? Não, nada é demais. Mas hoje, tudo o que é demais marca, negativamente, os meus minutos. Ilusão da minha mente que, obstinada, quer alcançar o patamar da tranquilidade que foge diariamente de mim.

Escrevi este texto num momento em que a minha alma era possuída pela negatividade. Hoje, nesta nova casa, espero encontrar muitos minutos de felicidade e espero ter força para transmitir muita energia positiva. Viva a nossa felicidade!
publicado por Lover às 15:50
link do post | comentar | ver comentários (13) | favorito
|

Eu...


E-MAIL: versatilidades_blog @hotmail.com



A Minha Marca

lover1.JPG


.pesquisar
 

Para ti


Olá...

Agradeço a tua visita ao meu blog...