Visitas



Amigos

online

O Mundo

Locations of visitors to this page
.arquivos

. Março 2012

. Novembro 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Abril 2009

. Janeiro 2009

. Junho 2008

. Maio 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

Sexta-feira, 30 de Dezembro de 2005
...

hoje sou quem sou.jpg


São puras e belas palavras que me abundam no coração para te desejar, meu amigo, um Novo Ano recheado de momentos de paz, ternura, felicidade e segurança! Desejo-te um Feliz 2006 com tudo a que tens direito. Mas atenção... Estamos em crise! Não deites fora tudo do ano passado. Retém as boas memórias, as grandes alegrias e os desejos irrealizados. Transporta tudo isto para o Ano Novo, junta-lhes amor, tempera com esperança e terás, certamente, um óptimo 2006.


Bom Ano!!!

publicado por Lover às 11:36
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
|
Segunda-feira, 26 de Dezembro de 2005
...

hoje sou quem sou.jpg



Tudo mudou e tudo tem feito um sentido enorme nos meus dias! Os meus dias em 2005 foram marcados por revoltas, guerras, choros, mudanças, alterações que, acredito, marcarão eternamente o meu sensível EU. Folheando o meu diário, encontro-me em cada adjectivo que qualificou cada dia dos meses do ainda corrente ano. Na recta final desta longa corrida desvio o olhar para o passado próximo e sorrio. Sim, apesar de todos os momentos de dor, hoje sou um Homem muito mais feliz. Em 2005, encontrei-me! Foram opções que perturbaram imenso o meu sono, mas lutei com as minhas forças ténues e construí um ser muito mais puro, mais sincero, mais leal e mais forte. Hoje, sou um novo Eu! Hoje, sou produto dos meus sofrimentos que me ajudaram a combater pessimismos e momentos depressivos. Hoje, sou um novo ser! Finalmente, consegui assumir a realidade e, no final deste ano, afirmo com orgulho: Hoje, sou quem sou! Sou eu mesmo! As dúvidas, os medos, as revoltas, os sofrimentos e as dores continuam aqui, mas quero continuar esta corrida rumo à felicidade, em 2006.

publicado por Lover às 20:54
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
|
Quinta-feira, 22 de Dezembro de 2005
...

feliz natal.jpg


A todos que passam por aqui e me deixam sempre palavras de carinho, desejo um Santo e Feliz Natal junto dos vossos mais queridos familiares.


Lover

publicado por Lover às 21:25
link do post | comentar | ver comentários (12) | favorito
|
Segunda-feira, 19 de Dezembro de 2005
...

Natal015.gif



Este será um Natal muito diferente para mim. Este foi um ano de mudanças, foi um ano de muitas novidades na minha vida e, depois de três anos de relacionamento, este é o meu primeiro Natal sozinho. Na mesa de Natal estará apenas a família mais próxima, que se resume a cinco pessoas. Não é um Natal triste, porque felizmente nasci no ceio de uma família humilde, mas divertida, honrada, de um valor muito importante para este meu pequeno coração. Quando penso em que o meu Natal será triste, admito um certo egoísmo, pois há que pensar que muitos serão os que na noite de consoada estarão no frio de uma esquina de rua, outros a sofrer algures, muitos a fugir da miséria, dos perigos da guerra... Ah, Homem! Como tu és cruel contigo mesmo e com o teu mundo! Que neste Natal todos os Homens vivam e respirem o verdadeiro aroma do Natal.


Esta é uma época que toca-me profundamente, sempre fico muito sensível. Comovo-me imenso nestes dias! Evito pensar para não sofrer, fujo mesmo de outros pensamentos. É, nesta época, que observo o meu futuro lá distante e tremo de medo da solidão. Como vive um Gay o Natal? Sem mulher, sem filhos, com uma família pequena, quase sem ninguém. Como viverei eu os meus futuros Natais?


Lover

publicado por Lover às 00:59
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|
Quinta-feira, 15 de Dezembro de 2005
...

sonhosdemenino.jpg


Olhei no espelho e entendi que não sou o Homem mais completo do universo, não sou o Homem mais feliz do mundo, não sou o Homem mais poderoso e nem sou o Homem mais rico… Simplesmente, hoje, entendi que tenho a maior das pérolas do mundo: a amizade! Em retrospectiva, relembro as amizades mais sinceras que passaram pela minha vida. Estranhamente ou não, sempre fui muito adulto para a minha idade. Enquanto os meus colegas de rua e de escola jogavam à bola, eu fazia questão de estar com alguém mais velho. Inconscientemente, fui crescendo num mundo sempre à frente do meu, nunca me consegui rever nas ‘anormalidades’ típicas das idades. Apenas, relembro com saudades um dos momentos mais marcantes da minha vida, os famosos anos do armário… - Que engraçado que ele é! Sempre ouvi esse comentário! Os meus professores sempre me adoraram! Na verdade, era bom aluno e sempre o mais divertido e as minhas piadas contagiavam qualquer um. Lembro-me de uma directora de turma que chegava a pedir por favor para me calar, pois não continha o riso. A minha alma de actor sempre marcou os meus dias, sempre fui extrovertido e vanguardista nas ideias e nas mentalidades. Recordo-me de aulas a contar piadas ou, simplesmente, a tecer comentários bárbaros. Lembro com saudade aquele jovem sempre cheio de iniciativas, cheio de forças e com provas dadas. Hoje, recordo com saudade aquele EU que não retomo mais. Hoje, cai-me uma lágrima pensando naquele menino gordito, engraçado, meio pacóvio, mas sempre muito verdadeiro, leal e sincero. Hoje, sou a herança daquele menino e não me arrependo da criança que fui. Hoje, sou um jovem-adulto sonhador, marcado pela vida! Mas, num pensamento fugaz, acredito que estou marcado para viver feliz. Há alguém que me sussurra, no profundo do meu EU, que alcançarei a felicidade, há alguém que me sussurra que sou o seu protegido e que tudo fará por mim. Hoje, não sou mais menino, mas os sonhos de criança continuam aqui em busca da realização. Que menino lindo que foste! Criança dócil que ainda és!

publicado por Lover às 00:03
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
|
Domingo, 11 de Dezembro de 2005
...
futuro.jpg

Não sei que dizer desta minha vida sem definição. Páro num cruzamento de uma estrada sem rumo e permaneço num marasmo cinzento, olho em meu redor e vejo aquilo que não vejo. Penso naquele futuro que talvez nunca poderei alcançar. Há tantos sonhos que ficarão por realizar nesta minha vida, há tantos objectivos que nunca irei traçar e que nunca abraçarei. Como gostava de ser pai, talvez ter uma família, um lar... sei lá, este meu pensamento é vagabundo e percorre realidades tão irreais. Que surrealista que sou!
Há uma certeza em mim, quero ser feliz! Mas será possível ser feliz assim? Homossexual, vivendo longe da sociedade, escondendo gestos, carinhos, amores... E a família? Agora, não cobram nada, mas quando perguntarem como responderei? São dúvidas muito difíceis de assumir. Será complicado, doentio, será um sofrimento a ultrapassar. Venha o futuro, estou aqui à tua espera!
publicado por Lover às 18:59
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|
Segunda-feira, 5 de Dezembro de 2005
...

Sera q vale a pena acreditar.jpg


Hoje, deixo mais uma opinião, mais uma mágoa, uma incerteza que invade este meu pequeno mundo carregado de imperfeições. Hoje, quero falar da relação entre dois homens. Difícil para uns, impossível para outros e um objectivo para muitos. Hoje, um amigo virtual dizia-me não acreditar no relacionamento entre dois homens e fui obrigado a dar-lhe alguma razão. Dois homens, dois seres do mesmo sexo que se encontram e se apaixonam loucamente, porque as relações homossexuais são pautadas por muitas emoções fortes e por excitações loucas.


 Serão os homossexuais loucos?


Na verdade, o meu amigo dizia que o facto das relações homo serem mantidas debaixo de um segredo terrível e às escondidas deste mundo hipócrita, ajuda imenso às traições, à infidelidade constante.


Será que os homossexuais não sabem ser fiéis? Será assim tão difícil resistir a outro corpo masculino desejoso de um momento quente de sexo?


Não sei, são novidades dos meus dias que causam-me uma certa angústia e deixam a minha mente perturbada. Quero acreditar em felicidade, quero encontrar a minha felicidade, mas tenho tanto medo do sofrimento. Penso em amor e tenho uma leve sensação de medo, medo de um futuro sofrimento. Será que vale a pena acreditar? Eu acho que sim, quero muito acreditar no amor!

publicado por Lover às 23:20
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
|
Quinta-feira, 1 de Dezembro de 2005
...
revoltasminhas.jpg

Hoje, não quero conjugar palavras, apenas quero fixar neste fundo negro a revolta que me marca.
Há dias vi um programa de televisão e fiquei estupefacto. Descrevia-se a situação de uma mulher que durante 15 anos nunca descobriu que o seu marido era homossexual. Durante 15 anos, esta mulher viveu ao lado de um homem, sem nunca desconfiar de nenhuma atitude, de nenhum gesto? Ao fim de 15 anos de casada descobriu tudo!... Imagino apenas, a sensação da descoberta: o companheiro de todas as horas e minutos era homossexual. Uma mulher deve-se sentir um autêntico esfregão, na verdadeira essência da palavra.
Hoje, falo-vos desta história, porque disse-me muito! Eu namorei durante três anos com uma mulher e posso-vos dizer, apesar de pensar em homens, nunca a trai! No entanto, o meu pensamento, em muitas noites, poisava em corpos masculinos, em carinhos entre homens. Ao fim de três anos de namoro achei que não podia ser feliz ao lado de uma mulher e escolhi. Separei-me daquela mulher jovem e linda, deixei-a num grande sofrimento e hoje estou aqui, apenas sozinho. Já consegui conhecer melhor o ‘mundo gay’, já tenho algumas experiências que me conferem algumas opiniões. Sinceramente?!? Dava tudo para ser heterossexual. Porquê? Se muitos gays acusam, com razão, a sociedade de hipocrisia, eu culpo uma grande parte dos gays de se auto-descriminarem, de se auto-culparem. Uma grande parte não pensa em mais nada do que simplesmente prazeres momentâneos e fugazes. Que animais!!!
Consegui conhecer alguns bons amigos, mas continuo numa luta com esta revolta. Não há dia que consiga deixar de pensar no outro lado do passeio. No outro lado da estrada podia estar feliz? Não! A minha felicidade não pode passar por uma vida dupla ao lado de uma mulher e quando vi aquele programa, aquela dor no feminino, eu entendi que nunca poderia destruir a vida daquela minha companheira de três anos, mesmo que ela ainda me ame! O tempo a ajudará, eu espero!
Eu, continuo a vaguear por chats, por linhas e linhas de conversas básicas, em busca de uma alma que consiga mostrar-me o outro lado. Este lado onde permaneço há espera da luz que ilumine o meu caminho. Hoje, entendo porque tantos homossexuais optam por casar e esconder a sua verdadeira orientação, afinal é muito mais fácil. Será que vou seguir o caminho da facilidade?
publicado por Lover às 23:10
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
|

Eu...


E-MAIL: versatilidades_blog @hotmail.com



A Minha Marca

lover1.JPG


.pesquisar
 

Para ti


Olá...

Agradeço a tua visita ao meu blog...