Visitas



Amigos

online

O Mundo

Locations of visitors to this page
.arquivos

. Março 2012

. Novembro 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Abril 2009

. Janeiro 2009

. Junho 2008

. Maio 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

Quarta-feira, 20 de Dezembro de 2006
...

Meus amigos,

Nesta época surgem sempre demasiados adjectivos e demasiadas construções enfáticas vestidas de uma beleza fútil e de cheiro a uma requintada hipocrisia. Louvam-se as iniciativas de solidariedade, lembra-se os desfavorecidos, os esfomeados, os carentes, os pobres, os deficientes, os coitados… tudo e todos! Na verdade, meus amigos, poderia entrar nessa rua e em cada passo meu pronunciar uma singela frase que soasse a uma qualquer perfeição natalícia. Mas, hoje, quero ser apenas eu mesmo, dizer que não sou alheio a todas essas problemáticas, contudo critico a atitude egoísta que todos temos quando apenas lembramos do pobre pedinte que dorme na rua nesta quadra recheada de cor, luz, calor e alegria (para alguns). Agora, será que o pobre não dorme ali ao frio e ao calor no resto do ano? Coitado…

Simplesmente, hoje, não quero deixar uma mensagem de Natal carregada de imenso valor moral, porque acredito na minha sensibilidade e sei o quanto dói ver um pobre deitado num canto da cidade em plena madrugada. Deixo-vos esta crua mensagem: não nutram pena pelo próximo apenas porque é Natal. Saibamos ver o mundo também no resto do ano.

Feliz Natal para ti e para todos os teus entes queridos! Sê feliz, meu amigo e, logo que surja a oportunidade, faz alguém feliz!...

publicado por Lover às 20:06
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
|
Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2006
...

Espero que o corrente ano tenha corrido pela melhor feição e que estejas pronto para dar início a mais uma grande corrida pelo mundo para presentear todos quantos merecem a tua atenção e carinho. Sinceramente, não sei se serei merecedor da tua atenção…

Este ano apaixonei-me, novamente, claro. A diferença, Pai Natal, é que decidi assumir a minha homossexualidade e, sinceramente, não sei se me aceitas como tal. Na verdade, há muitos seres que continuam a pensar que ser homossexual é possuir uma doença, ou um desvio mental… Será que tu, Pai Natal, também pensas da mesma forma? Um Senhor tão velho e de barba branca sempre impõe respeito e admiro toda a tua sabedoria, mas temo que sejas um pouco retrógrada e não possas aceitar a minha verdadeira essência. Será que não passas de um velho audaz e antiquado?

Pai Natal, poderia mencionar-te imensas coisas que fiz bem e outras mil que fiz mal. Sabes, Pai Natal, sou um ser como tantos outros que habitam neste nosso planeta e todos nós somos preenchidos de qualidades e defeitos. A perfeição é a qualidade dos inocentes ou dos ofuscados, eu apesar de míope consigo analisar bem os meus passos e reflectir sobre tudo quanto vivi. Poderia enviar-te uma lista imensa de tudo quanto me faz falta. Mas, Pai Natal, temo que não consigas dar-me aquilo que mais desejo. Na verdade, penso que ainda não tens o dom de colocar num pequeno saco, uma certa dose de saúde, outra de felicidade, mais uma de amor e outra de fortuna… Realmente, dinheiro será o mais fácil de obter… Eu contento-me com a saúde, a felicidade, o amor e grande força para continuar a lutar pela minha singela vida!

Obrigado, Pai Natal, por escutares este velho amigo teu que sempre soubeste presentear na infância e que, hoje, apesar de não ser o mais perfeito dos seres, segundo algumas mentes mais reduzidas da nossa sociedade, continua a acreditar em ti e na felicidade que podes proporcionar. Boa viagem, Pai Natal… Espero ver-te em breve!

- Esta é a minha carta ao Pai Natal, carregada de uma ironia sublime que é apenas minha! Feliz Natal!!! Ho! Ho! Ho!

 

publicado por Lover às 18:46
link do post | comentar | ver comentários (15) | favorito
|
Quarta-feira, 6 de Dezembro de 2006
...

 

Meu desejo…

 

Percorro o mundo da fantasia e perco-me entre sonhos acarinhados por uma decoração natalícia supérflua que enfeitiça meu olhar e prende minha respiração… Natal? Recordo a minha infância e todos os momentos que delirei com a sempre tão ansiada prenda, a sempre ansiada noite de sonho e magia. Fui feliz em todos esses momentos e os meus pais fizeram questão de proporcionar-me belas fantasias de Natal, belos momentos em família. O Natal é mesmo da família, mas sinto hoje uma nostalgia… A minha família não é grande… Pelo segundo ano, passamos o Natal sozinhos, porque as circunstâncias da vida assim o obrigam… Sinto saudades de ser criança e de sentir a verdadeira magia do Natal, longe de todas as preocupações mundanas e de todas incongruências do mundo real. Desejo? A minha felicidade e de todos quantos me rodeiam! Sonho apenas com o essencial da vida, porque há dias em que sonho é demasiado real e não compreende a sua verdadeira essência… Ai, sonho meu! Espero que tenham gostado da minha casa enfeitada… Feliz Natal, meus amigos! Espero que sejam felizes e tragam felicidade a outros nesta época natalícia!

 

publicado por Lover às 17:38
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
|
Segunda-feira, 4 de Dezembro de 2006
...

Quando falham as palavras tristes e magoadas para desabafar, há que falar do vivido no passado presente e escrever acerca da realidade circundante. Hoje é, segunda-feira, um dia de Inverno, marcado pela chuva e por uma neblina que traça no horizonte da minha janela uma magia difícil de caracterizar numa descrição física. Ultrapasso o campo da realidade e analiso o meu fim-de-semana, observando a neblina que cai sobre a montanha verde.

Fim-de-semana prolongado, três dias de amor, agarrado a quem amo há já dez meses e que pretendo amar por muitos mais… Mas uma vez que não quero derreter todo o meu amor aqui e aborrecer quem me lê com palavras exageradamente doces, prefiro referir-me ao plano do vivido…

Comecei a noite de Quinta-feira com um encontro de amigos. Nessa noite, acabamos por conhecer novas amizades… Não me vou esquecer do Obikwelu (não o verdadeiro) que correu imenso e proporcionou-nos um grande momento de risos e mais risos… Acima de tudo, não esqueço aquele casal que merece os meus sinceros parabéns e, muito mais do que isso… N e M, merecem os meus votos de muitas felicidades… para vós e para essas duas meninas lindas!

Continuando… Sexta, tive o prazer de conhecer a mãe, irmã e cunhado de um grande amigo nosso. Parabéns pela vossa simplicidade, humildade e simpatia… Foi um prazer conhecer-vos e ter a noção que apesar da nossa condição, que o mundo teima em caracterizar de diferente, em sociedade somos todos iguais! Obrigado mesmo, pela vossa companhia! Sentimo-nos muito bem! Espero que tenham realizado uma boa viagem de regresso!

Terminei o Domingo, num grande jogo de Uno, com vencedores, vencidos, e batoteiro… lol!

Tiro uma grande lição deste fim de semana… Como é bom estarmos rodeados de quem admiramos e simpatizamos… E claro, como é bom estar bem ao lado de quem amamos… meu amor, Shadow…

 

 

 

publicado por Lover às 12:56
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
|

Eu...


E-MAIL: versatilidades_blog @hotmail.com



A Minha Marca

lover1.JPG


.pesquisar
 

Para ti


Olá...

Agradeço a tua visita ao meu blog...