.arquivos

. Março 2012

. Novembro 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Abril 2009

. Janeiro 2009

. Junho 2008

. Maio 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

Quarta-feira, 27 de Junho de 2007
...

 

Na calada da noite, despertam-me sonhos perdidos... Como é bom sonhar pela calada de uma noite serena de um Verão ameno e vagabundo que teima em pregar matreiras partidas. Apago o pensamento leve e adormeço numa nuvem de anseios, agarrando as finas e doces garras do meu maior tesouro. Desejo da ternura, onde tudo sempre recomeça! … Quando as noites pérfidas e nauseabundas ultrapassam campos de outrora, apenas deixo pousar aqui o delírio do sonho e da verdade… Afinal, como é bom sonhar, não é?

publicado por Lover às 23:56
link do post | comentar | favorito
11 comentários:
De Oz a 28 de Junho de 2007 às 12:53
Eu diria que sonhar é fundamental para dar um pouco mais de cor à realidade.
Grande abraço.

Comentar post

.pesquisar